Recrutamento e Seleção

Conheça 6 dinâmicas para processo seletivo e seus benefícios

Time Goowit
Escrito por Time Goowit em 21 de outubro de 2020
Conheça 6 dinâmicas para processo seletivo e seus benefícios
Não perca mais nenhuma novidade!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos para desenvolver suas habilidades

Acertar na escolha de profissionais em um processo seletivo é o propósito de toda área de seleção e recrutamento. No entanto, não é tão simples realizar a triagem dos candidatos e identificar qual tem o perfil mais aderente à vaga pleiteada. Há inúmeras técnicas analíticas que são empregadas para isso.

Os analistas responsáveis pelo recrutamento precisam alinhar, com o gestor da vaga, o que ele espera de um profissional para o cargo. Quais são as competências que ele precisa ter? Quais são as habilidades interpessoais? As dinâmicas para processo seletivo conseguem responder a essas perguntas. Confira, agora, algumas dinâmicas para implantar na seleção de profissionais da sua empresa! Boa leitura!

1. Dinâmica de entrosamento

Essa atividade proposta é muito interessante para aplicar em qualquer processo seletivo porque ela permite ao recrutador identificar como é a postura do candidato diante de outras pessoas, além de ser possível avaliar as habilidades de comunicação dele. Geralmente, essa é a primeira dinâmica que acontece no processo e funciona como um “quebra-gelo”.

As dinâmicas de entrosamento ou de apresentação são capazes de revelar características únicas do perfil do candidato e, também, do grupo como um todo. Elas aliviam a tensão comum a todo processo seletivo e contribuem para um ambiente mais natural, o que traz mais conforto para os candidatos.

O entrosamento permite que os candidatos se conheçam, promovendo a integração entre eles. Conforme esses profissionais interagem, é possível perceber as soft skills (habilidades interpessoais) de cada um, como liderança, iniciativa, análise etc. Abaixo, temos a sugestão de algumas atividades para fazer uma dinâmica de entrosamento.

Rodada de entrevistas

Nessa atividade, os candidatos fazem um círculo, facilitando o contato olho a olho, e se apresentam. Mas não é só isso! Junto à apresentação, eles precisam fazer um gesto, e cada gesto precisa se repetir na vez do próximo candidato. É uma dinâmica muito divertida, porque se assemelha muito ao telefone sem fio, porém, com ações gestuais. O entrosamento entre os candidatos é certo!

Afinidades e semelhanças

Essa dinâmica é uma das mais legais para aplicar em grupo. Além de promover a interação entre os candidatos, é um exercício muito interessante que trabalha, também, a inclusão e o respeito às diferenças entre as pessoas. Para fazer essa atividade, separe os candidatos em duplas e dê 10 minutos para que eles possam conversar e conhecer-se.

Estimule que olhem o outro sem preconceitos: quais são as semelhanças e diferenças físicas, história de vida etc. Ao final do tempo, faça uma roda e peça para que cada dupla conte ao restante do grupo como foi a experiência. Essa é uma dinâmica que pode ser aplicada em outros contextos de desenvolvimento profissional, principalmente naquelas empresas que têm como pilar cultural a inclusão e a diversidade.

2. Dinâmica de liderança

Há cargos que precisam de pessoas que assumam responsabilidades nos processos com o olhar de dono e visão de cliente e que sejam referências eleitas naturalmente pelo restante do grupo. As atividades de lideranças são essenciais às dinâmicas para o processo seletivo de líderes para as organizações, independentemente de ser uma seleção interna ou com profissionais oriundos do mercado.

Um bom líder precisa ter habilidades de comunicação, assumir riscos, ter visão estratégica do negócio, saber negociar com as interfaces, ter um bom relacionamento interpessoal, saber delegar e, principalmente, desenvolver outras pessoas. Com as dinâmicas de liderança, o analista de seleção observará se os candidatos têm essas características.

Linha de produção

Essa é uma dinâmica para identificar qual a tendência de posição de cada candidato dentro de uma empresa e a visão de processo dele. Para fazer essa atividade, você precisa de algumas canetas e de uma mesa grande. Desmonte-as e separe-as em um canto. Divida o grupo em times menores, com até 6 pessoas.

Os grupos precisam definir como será a linha de produção e qual será o papel de cada um nela: fornecedor, supervisor, analista de qualidade, repositor de estoque, montador etc. A quantidade de posições vai depender, exclusivamente, de como o grupo vai desenvolver essa linha produtiva.

Feito isso, informe aos grupos que você será o cliente deles e que vai fazer pedidos por produtos. Para facilitar, os pedidos devem ser feitos escritos previamente em papéis — por exemplo, 5 canetas azuis com tampas vermelhas. Os candidatos precisam garantir a entrega do pedido em tempo hábil, sem bagunçar a linha de produção, certificando-se de que os produtos foram ao cliente conforme o pedido e com qualidade, ou seja, todas as canetas precisam funcionar.

Com a definição dos papéis, o recrutador poderá perceber as habilidades de cada um: identificará qual candidato tem mais perfil para líder, para analista, para o atendimento ao cliente ou mais voltado para o operacional. É uma dinâmica muito legal e que permite observar traços importantes para a função de gestor.

3. Dinâmica de inovação

Inovação é um dos conceitos mais difundidos atualmente nas organizações. No entanto, engana-se quem pensa que ela está restrita ao universo de Tecnologia da Informação. Na verdade, tudo que for a respeito de sair do óbvio e da zona de conforto e de pensar “fora da caixa” tem relação com processos inovadores.

Essa é uma das competências organizacionais mais buscadas nas dinâmicas para processo seletivo, porque bons profissionais são aqueles que enxergam oportunidades de ganho em qualquer tipo de procedimento corporativo.

A inovação vem com o intuito de reduzir o tempo para a solução de uma demanda, diminuir os custos na operação e melhorar a experiência das áreas de interface, principalmente do cliente. Processos claros são sinônimos de desburocratização e otimização da produtividade.

Mural criativo

Ser criativo é a mesma coisa de ser inovador. A dinâmica do mural criativo estimula as habilidades de criar, adaptar e otimizar situações em cada candidato. Para fazer essa atividade, você precisa de alguns materiais “escolares”, como canetas, tinta e pincel, tesoura, cola, cartolina, revistas e jornais.

Divida os candidatos em grupos, de modo que cada um deve escolher um tema para retratar na cartolina. Pode ser um filme, um animal ou, até mesmo, a ilustração de um processo comum nas organizações. O desafio aqui é enorme, porque é preciso ser criativo usando os materiais dispostos e, ainda, sabendo negociar com os outros membros do grupo o que fazer e como fazer.

4. Dinâmica para reconhecimento de grupo

O relacionamento entre os colaboradores é um ponto de extrema importância para as empresas, uma vez que, quanto mais alinhados eles estiverem, maiores serão as chances de a empresa conquistar melhores resultados e, consequentemente, se destacar da concorrência.

Além disso, o bom relacionamento possibilita um ambiente de trabalho agradável, no qual todos conseguem ser mais produtivos e motivados para trazer insights valiosos para o negócio.

Ilha deserta

Essa dinâmica tem como objetivo analisar a qualidade da relação entre os indivíduos. Para aplicá-la, você precisará de papel, lápis e envelopes. Um questionário deverá ser inserido em cada envelope com as seguintes perguntas:

  • Quem do grupo gostaria que estivesse com você, caso estivesse perdido em uma ilha deserta?
  • Ao organizar um evento importante, qual colega você gostaria que o ajudasse?
  • Suponha que você ganhou uma viagem de cruzeiro com três acompanhantes, quais colegas levaria nessa aventura?

Em seguida, peça para que eles respondam ao questionário, ressaltando que a dinâmica seguirá a linha do anonimato, a fim de deixar os participantes mais à vontade e sinceros em suas respostas.

Com o resultado em mãos, você deve entregar um feedback para cada participante, com o intuito de promover melhorias no dia a dia da organização.

5. Dinâmica quebra-gelo

Quando os membros da equipe ainda estão se conhecendo, dificilmente, eles interagem entre si, afinal, falta assunto para tanto tempo trabalhando junto — mas isso é normal, pois, com o tempo, eles vão se conhecer melhor e, assim, desenvolver a confiança necessária para estender uma conversa.

No entanto, até lá, é importante aplicar dinâmicas de quebra-gelo para integrar os participantes o mais rápido possível, fazendo com que eles se sintam confiantes em pedir ajuda, quando necessário, e dar ideias inovadoras que contribuam para o crescimento da empresa.

Amnésia

A dinâmica da amnésia é muito simples: distribua canetas e etiquetas para todos os participantes. Em seguida, peça para eles escreverem o nome de um personagem famoso da TV (sem mostrar para os demais). Depois, eles devem colocar a etiqueta na testa do colega sem deixar que ele leia o nome escrito.

Por fim, o participante deve começar a fazer perguntas para adivinhar o nome escrito na etiqueta.

6. Dinâmica de identificação de habilidades

Identificar a habilidade de cada candidato é fundamental para inseri-lo no departamento certo, no qual ele conseguirá ser mais produtivo e eficiente. Isso também é importante para mantê-lo motivado, tendo em vista que trabalhará em algo de que realmente gosta e em que sabe que é bom.

Observação

A dinâmica da observação tem o intuito de analisar e desenvolver as habilidades de seus participantes, a fim de dar mais atenção aos detalhes da organização e de seus colegas de trabalho.

Reúna os indivíduos e peça para que todos fechem os olhos e formem um círculo. Depois disso, você pode dar início às perguntas, as quais devem ter relação com os participantes da dinâmica. Por exemplo: quem está com um brinco dourado? Quem está com uma camisa azul?

À medida que cada participante acertar o questionamento, ele ganha um ponto. Ganha aquele que pontuar mais. Essa dinâmica é muito relevante e traz como lição a importância da observação no dia a dia da empresa.

Com todas as nossas dicas, você tem tudo para trazer à sua empresa um processo de recrutamento de referência e mais satisfatório para os participantes, sendo um momento de troca de conhecimento. As dinâmicas para processo seletivo são essenciais para alcançar a alta performance na seleção por meio de escolhas mais certeiras para os gestores e para a organização.

Se você gostou do nosso conteúdo, aproveite para se cadastrar na nossa plataforma: o GOOWIT.COM!

o que você achou deste conteúdo?

Conte nos comentários.