Carreira

Fui demitido, e agora? Confira nossas 7 dicas e saia na frente!

Time Goowit
Escrito por Time Goowit em 3 de setembro de 2020
Fui demitido, e agora? Confira nossas 7 dicas e saia na frente!
Não perca mais nenhuma novidade!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos para desenvolver suas habilidades

“Fui demitido, e agora?” — essa é a dúvida de muitos brasileiros durante a pandemia. Somente em maio, 1 milhão de trabalhadores foram demitidos, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Embora os números sejam alarmantes, você precisa manter a calma, pois essa é uma situação delicada e que exige tomadas de decisões acertadas.

Além disso, se você se desesperar, o estresse poderá causar outras condições emocionais — como ansiedade e depressão — que podem originar problemas de saúde e colocar a sua qualidade de vida em risco. Por mais que essa seja uma situação muito difícil, é importante ter em mente que existe solução para esse problema, e é sobre isso que vamos tratar neste artigo. Continue a leitura e conheça 7 dicas para se recolocar no mercado e sair na frente da sua concorrência.

1. Busque por cursos de qualificação

Conhecimento é algo que nunca ninguém poderá tirar de você. Quanto mais dele tiver, maiores serão as suas oportunidades de crescer profissionalmente, independentemente do ramo de atuação. Sendo assim, é importante que, nesse período, você busque por cursos de capacitação que o ajudarão a ter mais domínio na sua área de atuação.

Os recrutadores sempre estão atentos a essa característica dos candidatos. Desenvolva as suas habilidades e aprimore aquelas que você já tem — afinal, sempre existe algo em que podemos melhorar.

Quando você se qualifica, os seus concorrentes perdem força e você se posiciona como autoridade em determinado assunto. Esses detalhes fazem toda a diferença na hora de crescer profissionalmente.

2. Aprimore o seu networking

Aprimorar o seu networking é fundamental para encontrar boas oportunidades no mercado. Não sabe como fazer isso? É simples. Você precisa contatar outros profissionais que conhecem o seu trabalho e a sua competência. Sendo assim, é válido enviar uma mensagem para antigos colegas e, até mesmo, para professores, por exemplo.

Não é necessário contar que houve uma demissão, a não ser que lhe perguntem. Do contrário, apenas enfatize que está à procura de uma nova oportunidade de emprego e o quanto tem procurado se qualificar para isso.

Vale destacar que o seu networking também pode ser feito por meio das redes sociais, como o LinkedIn. Assim, você conseguirá fazer várias conexões alinhadas ao seu interesse profissional.

3. Produza conteúdos relevantes para o LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social que conecta empresas e profissionais em busca de novas oportunidades no mercado. Ou seja, é a ferramenta de que você precisa para solucionar o seu problema. No entanto, existem algumas ações que o ajudam a ser notado nesse ambiente.

A produção de um conteúdo relevante, por exemplo, o ajuda a se destacar dos demais concorrentes. Por meio das postagens, é possível mostrar que você entende do assunto e que sabe solucionar problemas, que, muitas vezes, são de difícil resolução para colaboradores que não estão preparados.

Você pode criar uma linha editorial para definir ao certo o que vai ser ensinado e, inclusive, montar um cronograma para estabelecer os dias em que esses conteúdos serão publicados — lembrando que eles podem ser em formato de texto, áudio, vídeo etc.

4. Atualize o currículo

Embora você já estivesse trabalhando há muitos anos na mesma empresa, se a demissão chegou, é hora de atualizar as informações do seu currículo. Isso é importante porque, ao longo do tempo, você se especializou e adquiriu mais conhecimento. Portanto, não é justo deixar essas informações de fora, não é mesmo? Sem contar que esses detalhes podem se tornar um diferencial competitivo importante para conquistar uma vaga.

Além disso, não se esqueça de atualizar também os seus dados pessoais. Já pensou em perder uma oportunidade incrível de trabalho só porque se esqueceu de mudar o número do seu telefone ou o seu endereço de e-mail? 

5. Ative o alerta de vagas

Não espere a situação piorar para procurar uma solução. Embora você ainda tenha alguns benefícios para receber, como FGTS e seguro-desemprego, é importante começar a procurar um trabalho novo desde já para não se ver em uma situação ainda pior no futuro.

A crise causada pela pandemia da COVID-19 forçou muitas empresas a diminuírem o seu quadro de funcionários e, até mesmo, a fecharem as suas portas. Isso significa que talvez leve um tempo a mais para você encontrar outra fonte de renda.

Existem algumas plataformas e alguns aplicativos de emprego que oferecem a funcionalidade “alerta de vagas”, que nada mais é que um sinal que mostra que existe uma empresa à procura de profissionais com o seu perfil. Dessa forma, você não perde oportunidades de sair dessa situação difícil, que é resultado da demissão.

6. Conheça os seus pontos fortes

Investir no seu talento é fundamental para se destacar no mercado de trabalho. Foque as atividades em que você tem mais habilidade e trabalhe para que elas se tornem o seu diferencial competitivo. Se você tem dúvidas sobre quais exatamente são elas, uma dica é perguntar aos seus antigos colegas de profissão em quais atividades você demonstrava mais aptidão.

Por exemplo, se o seu ponto forte está relacionado a números e questões contábeis, analise em que pode melhorar e o que as empresas procuram em profissionais desse ramo. Então, mostre a elas os seus resultados para convencê-las de que você é o profissional ideal para a vaga.

7. Redesenhe a sua carreira

Redesenhar a sua carreira não significa deixá-la de lado e seguir outro rumo profissional, muito pelo contrário. Estamos falando de se atualizar para atender melhor às expectativas do mercado. 

Por exemplo, se você é formado em marketing e propaganda, já deve ter percebido há muito tempo o quanto essa área evoluiu no mundo digital, certo? Portanto, entender as estratégias utilizadas para destacar as empresas no ambiente online é fundamental para sair na frente dos seus concorrentes.

Neste ponto do conteúdo, você já tem as respostas para a pergunta: “Fui demitido, e agora?”. Ao colocar essas dicas em prática, você conseguirá se destacar dos demais candidatos e conquistar a vaga tão esperada. Você já ouviu falar no Goowit? Conheça uma rede social que conecta quem busca vagas e desenvolvimento profissional com profissionais de RH.

Aproveite a oportunidade e faça já o seu cadastro para ter a chance de encontrar o emprego dos sonhos muito antes do que imaginava!

o que você achou deste conteúdo?

Conte nos comentários.